Projetos de Investimento

Prazo candidatura até 28-02-2021

Apoios, 100% a Fundo perdido, para a criação de postos de trabalho (PT)
Incentivo adicional de 40% para despesas inerentes à criação dos PT


Tipologias de apoio:
a) os projetos que decorram da continuidade de projetos apoiados no âmbito do MAREES - medida de Apoio ao Reforço de Emergência de Equipamentos Sociais e de Saúde


b) os projetos inovadores que, no âmbito das respostas sociais e na área social e da saúde e bem-estar

c) outros projetos inovadores de empreendedorismo social que concorram para os objetivos do aviso candidatura.

 

Clique aqui para mais informações.

Abertas candidaturas até 11-03-2022

Abriram candidaturas no âmbito do JOVENS AGRICULTORES, para Territórios Vulneráveis e outros territórios.


O apoio previsto consiste num prémio à instalação, sob a forma de subvenção não reembolsável, ou seja, o montante do prémio à instalação é de € 20 000 por jovem agricultor, acrescido de € 5 000.00 € no caso de o investimento na exploração ser igual ou superior a € 80 000€, por jovem agricultor, e de € 5 000 € no caso de o jovem agricultor se instalar em regime de exclusividade.

Abertas candidaturas até 11-03-2022

Nestes projetos o apoio, respeita a investimentos nas explorações agrícolas cujo valor total seja superior a 25 000€, concedido sob a forma de subsídio não reembolsável para os investimentos elegíveis até 500 000€ por candidatura, com uma taxa base de 40% acrescidos de majorações.

Clique aqui para mais informações.

Abertas candidaturas até 03-02-2022

A tipologia de intervenção a apoiar respeita a investimentos nas explorações agrícolas cujo valor total seja superior a 25 000€, na forma de incentivo a fundo perdido, com uma taxa base de 40% acrescidos de majorações.

O apoio visa:

Reforçar a viabilidade e a competitividade das explorações agrícolas, promovendo a inovação, a formação, a capacitação organizacional e o redimensionamento das empresas;

Preservar e melhorar o ambiente, assegurando a compatibilidade dos investimentos com as normas ambientais e de higiene e segurança no trabalho

Clique aqui para mais informações.

Abertas candidaturas até 31-01-2022

 As intervenções a apoiar respeitam a investimentos na conservação, preparação e comercialização ou transformação de produtos agrícolas, cujo produto final resultante seja um produto agrícola.

O apoio associado a este programa, está definido na forma de incentivo a fundo perdido, com uma taxa base de 40% acrescidos de majorações, para projetos com investimento mínimo de 200.000.00 euros.

O apoio visa:

Promover a expansão e renovação da estrutura produtiva agroindustrial, potenciando a criação de valor, a inovação, a qualidade e segurança alimentar, a produção de bens transacionáveis e a internacionalização do setor;

Preservar e melhorar o ambiente, assegurando a compatibilidade dos investimentos com as normas ambientais e de higiene e segurança no trabalho.

Este incentivo visa promover as condições de competitividade das empresas açorianas, através da adoção de tecnologias digitais.

Incentivo a 100%, não reembolsável, até ao montante máximo de 10.000,00€.

Somos uma empresa acreditada ao Vale PME Digital Açores, podemos assim ajudar na sua candidatura e na prestação de serviços.

Eleve a sua empresa para a nova era digital, connosco!

Clique aqui para mais informações.

Este apoio destina-se à realização de ações de emparcelamento simples. A ideia é que a candidatura configure projetos que permitam no final único artigo cadastral, pelo que, não são elegíveis os prédios rústicos que, após a ação de emparcelamento não sejam passíveis de configurar um único artigo cadastral.
O processo de candidatura está dividido em duas fases e dura até 19-04-2022.

Nota importante: Beneficiário são os proprietários adquirentes singulares ou coletivos de prédios rústicos e detentores de condição de adquirente do direito de propriedade. Ou seja o direito de propriedade pode ser validado com o contrato-promessa de compra e venda.

Incentivo:

  1. Crédito (sob a forma de empréstimo reembolsável) - No caso em que o crédito não exceda os 100.000 euros a taxa de juro é 0,5%.
  2. Subsídio não reembolsável para aquisição de prédios rústicos – até 25% mediante o cumprimento de condições definidas no aviso de candidatura.

O valor máximo de apoio não pode ultrapassar os 150.000 € e podem ser acumulados as duas tipologias de apoio.

Clique aqui para mais informações.

Incentivo: 100% FUNDO PERDIDO

  • Candidaturas que incidam na CRIAÇÃO E REMODELAÇÃO de lugares nas respostas sociais CRECHE, ERPI, CACI, CENTRO DE DIA, SAD, RESIDÊNCIA AUTÓNOMA;
  • Candidaturas que visem a CONSTRUÇÃO DE RAÍZ de novos equipamentos sociais;
  • Reconversão de equipamentos sociais para NOVAS RESPOSTAS SOCIAIS.

Apoio à Internacionalização da sua empresa.

 

As empresas que pretendam investir em:

 

  • participação em feiras e certames internacionais,
  • estudos de mercado que se demostrem pertinentes para a estratégia da empresa,
  • prospeção de clientes nos mercados internacionais,
  • registo de marcas, entre outras direcionadas para a área imaterial de promoção e divulgação internacional da sua empresa.

 

Nesta tipologia de incentivo, pode ser imputado a contratação de Recursos Humanos altamente qualificados.

 

A taxa de Incentivo é de 45% e reveste a forma de incentivo não reembolsável.

Os serviços a prestar pela Voltface, na qualidade de entidade acreditada, no âmbito do “Vale Exportar Açores” tem como objetivo promover as condições de competitividade das empresas açorianas, através da sua capacitação com vista à sua adequada entrada em mercados externos, no quadro de uma economia em que a concorrência se faz sentir à escala global e em que as oportunidades de negócio estão igualmente presentes em mercados a nível mundial.

Clique aqui para mais informações.

Este financiamento visa apoiar as PME’s na sua área produtiva. São apoiadas as despesas que visem aumentar a competitividade da empresa, aumentado a sua capacidade produtiva, ou por via de uma inovação de produtos/serviços, por via de inovação do seu processo produtivo, inovação de marketing, ou inovação a nível organizacional.

 

Estes projetos podem ter uma taxa de financiamento até a um máximo de 75%, sendo que 50% deste, no seu inicio, se reveste em incentivo não reembolsável.

 

Candidaturas Abertas - saiba mais

O Decreto-Lei n.º 26/99, de 28 de janeiro, estabeleceu a criação dos designados vales sociais. Neste momento existe duas categorias: os vales-infância e os vales-educação.

 

As empresas e trabalhadores têm vantagens fiscais com os vales-infância. O trabalhador recebe estes vales isentos de IRS e de Segurança Social e a empresa pode deduzi-los como custos com o pessoal por 140% do seu valor, ou seja, beneficiam de uma majoração de 40%, sem qualquer teto limite (benefício de natureza fiscal previsto no n.º 1 do artigo 43.º do CIRC).

 

Os vales sociais – Vale Educação e Vale Infância – são pagamentos feitos pelas empresas aos seus colaboradores, sob a forma de vouchers, para utilização em despesas de educação.

 

  • Vales Infância (destinados ao pagamento de creches, jardins-de-infância e lactários) - Os Vales Infância destinam-se a apoiar as despesas de educação dos filhos dos colaboradores, até aos 7 anos de idade, e apresentam as seguintes vantagens:
    • Isenção total da contribuição para a Segurança Social (empresa e colaborador);
    • Isenção total de IRS para o colaborador;
    • Dedução adicional de 40% para efeitos do IRC da empresa.

 

  • Vales Educação e Vales Ensino - destinados ao pagamento de escolas, estabelecimentos de ensino e outros serviços de educação, bem como de despesas com manuais e livros escolares, são aplicáveis a que tenha a cargo filhos ou equiparados com idades compreendidas entre os sete e os 25 anos.
    • Não sujeição à taxa Social Única
    • Considerados como rendimentos de trabalho dependente e ficam sujeitos a tributação no IRS
    • As empresas não beneficiam de majoração ou benefícios fiscais em sede de IRC

APOIO ATÉ 40.000,00 €

Podem ser apoiados projetos e atividades na área das artes visuais; na área das artes performativas; artes de rua e na área do cruzamento disciplinar, que visem:

  • A criação de projetos artísticos que contemplem o combate ao racismo, à discriminação étnico-racial e à xenofobia, e;
  • A promoção da participação de agentes artísticos com distintos perfis e origens.

Candidaturas até 16 de novembro de 2021.

 

Clique aqui para mais informações.

Realizamos e acompanhamos projetos na área social, desenvolvendo consigo o seu negócio social, ou a tornar real o projeto que já idealizou para a sua instituição.

 

Projetamos e acompanhamos o seu projeto nas seguintes linhas de financiamento:

 

  • Capacitação para o investimento social
  • Empreendedorismo social
  • Parcerias para o impacto
  • Títulos para o impacto

No âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência, foi assinado entre o Instituto da Segurança Social e a Estrutura de Missão “Recuperar Portugal”, o Contrato de Investimento da Nova Geração de Equipamentos e Respostas Sociais, que no fundo visa promover a coesão social e territorial. O objetivo deste novo apoio é alargar a rede e a capacidade de resposta dos equipamentos sociais nas suas diversas dimensões, com o alargamento de vagas e a criação de soluções inovadoras, como a nova geração de apoio domiciliário 4.0 e novas respostas sociais. Assim os avisos irão visar:

  • Requalificar e alargar a rede de equipamentos e respostas sociais: ERPI, SAD, Centros de Dia, Creches, CACI, Residências Autónomas;
  • Nova Geração do apoio domiciliário: SAD 4.0;
  • Radar social sinalizador e avaliador de grupos vulneráveis: no sentido de garantir uma integração na rede e uma prestação de apoio de acordo com as necessidades identificadas;
  • Aquisição de viaturas elétricas: Mobilidade Verde: para a renovação e/ou reforço de frota.
Neste sentido, gostaríamos que contasse com o conhecimento e experiência da Voltface na área dos Projetos de Investimento. Estamos inteiramente disponíveis para informar e realizar o enquadramento prévio das vossas eventuais intenções de investimento.

Esta Linha criada pelo Turismo de Portugal visa aumentar a oferta e a qualificação da oferta já existente no mercado português, tendo sempre em perspetiva a sustentabilidade ambiental.

 

Existem diferentes tipologias de incentivo nestas linhas apoiadas pelo Turismo de Portugal.

 

As tipologias destas linhas são:

 

  • Linha de apoio à valorização e qualificação do destino
  • Linha de apoio à sustentabilidade
  • Linha de apoio acessível
  • Linha de apoio à disponibilização de redes de WI-FI

As prioridades do Programa Portugal 2030 assentam em 8 eixos, cada um deles com os seus objetivos estratégicos:

 

Inovação e Conhecimento

Assegurar as condições de competitividade empresarial e o desenvolvimento da base científica e tecnológica nacional para uma estratégia sustentada na inovação

 

Competitividade e coesão dos territórios do litoral

Assegurar a dinâmica económica e a coesão social e territorial dos sistemas urbanos atlânticos

 

Competitividade e coesão dos territórios do interior

Reforçar a competitividade dos territórios da baixa densidade em torno de cidades médias, potenciando a exploração sustentável dos recursos endógenos e o desenvolvimento rural, diversificando a base económica para promover a sua convergência e garantindo a prestação de serviços públicos

 

Qualificação, Formação e Emprego

Assegurar a disponibilidade de recursos humanos com as qualificações necessárias ao processo de desenvolvimento e transformação económica e social nacional, assegurando a sustentabilidade do emprego

 

Energia e alterações climáticas

Assegurar as condições para a diminuição da dependência energética e de adaptação dos territórios às alterações climáticas, nomeadamente garantindo a gestão dos riscos associados

 

Sustentabilidade demográfica

Travar o envelhecimento populacional e assegurar a sustentabilidade demográfica, assegurando simultaneamente a provisão e bens e serviços adequados a uma população envelhecida

 

Economia do Mar

Reforçar o potencial económico estratégico da Economia do Mar, assegurando a sustentabilidade ambiental e dos recursos marinhos

 

Agricultura/florestas

Promover um desenvolvimento agrícola competitivo com a valorização do regadio, a par de uma aposta estratégica reforçada na reforma florestal.

Este é um novo desafio para as Empresas! Neste sentido, gostaríamos que contasse com o conhecimento e experiência da Voltface nesta área.

Disponibilizamo-nos no sentido de informar e realizar o enquadramento prévio das vossas eventuais intenções de investimento.

Este instrumento financeiro para a reabilitação e revitalização urbana, em todo o território nacional, promove a habitação, atraindo novos residentes, dinamizando a atividade económica.

 

A natureza deste instrumento é direcionado para o empréstimo, em condições mais favoráveis face às existentes no mercado, para a reabilitação integral de edifícios, destinados a habitação ou a outras atividades.

Destinada ao financiamento a médio e longo prazo de projetos turísticos que se traduzam:

  • na requalificação e reposicionamento de empreendimentos, estabelecimentos e atividades
  • na criação de empreendimentos, estabelecimentos e atividades implementados nos territórios de baixa densidade
  • no domínio do empreendedorismo

Clique aqui para mais informações.

Este instrumento financeiro para a reabilitação e revitalização urbana, em todo o território nacional, promove a habitação, atraindo novos residentes, dinamizando a atividade económica.

 

A natureza deste instrumento é direcionado para o empréstimo, em condições mais favoráveis face às existentes no mercado, para a reabilitação integral de edifícios, destinados a habitação ou a outras atividades.